Loading...

António Júlio Andrade

António Júlio Andrade nasceu na aldeia de Felgueiras e casou na do Larinho, ambas do concelho de Torre de Moncorvo.
Estudou nos seminários de Vinhais, Bragança e Braga, onde concluiu o 2.º ano de Teologia. Frequentou o curso de Filosofia da Universidade do Porto como estudante-trabalhador, que interrompeu e abandonou com a sua mobilização para Angola, onde serviu, de 1971 a 1973, como alferes miliciano, na região de Nambuangongo. Teve uma curta incursão pela política, sendo vereador da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo e candidato a deputado pelo distrito de Bragança. Por 11 anos foi professor do ensino secundário, ingressando depois no quadro de técnicos da Biblioteca Municipal de Torre de Moncorvo, com passagem à reforma em Maio de 2013. Passou, ainda, pelo centro de documentação da Ferrominas EP e fez parte da comissão instaladora do Museu do Ferro da Região de Moncorvo. Foi o vencedor nacional da primeira edição dos Prémios Ford de Conservação da Natureza e do Património Cultural, lançados pelas Secretarias de Estado da Cultura e do Ambiente. Durante 8 anos foi director do jornal Terra Quente.

Para além dos estudos sobre judeus e marranos, publicou trabalhos monográficos sobre a sua aldeia e o seu concelho, destacando-se entre eles: Torre de Moncorvo – Notas Toponímicas; Dicionário Histórico dos Arquitectos, Mestres de Obras e Outros Construtores da Vila de Torre de Moncorvo; História Política de Torre de Moncorvo – 1890-1926.


Livros publicados na Âncora Editora: